Bate-papo com Fernando Alves

Bate-papo com Fernando Alves

Para estrear a seção bate-papo com a liderança de 2020, o convidado da edição de janeiro do Entre Nós é Fernando Alves, gestor da Gerência de Lazer do Sesc RJ. Caio Rocha, da Coordenação de Mídias Sociais, e Renata Bittencourt, da Gerência de Comunicação e Marketing, ambos da Sede, foram escalados para a conversa, que aconteceu ao ar livre, na varanda do Casarão da Sede Flamengo – para combinar com o clima do verão.

Renata deu início ao bate-papo e quis saber de Fernando Alves o caminho que ele percorreu em sua carreira até chegar ao Sesc RJ. “Sou formado em educação física. Atuei como professor, personal trainer, gestor técnico e comercial de academias e eventos corporativos de esporte e bem-estar”, relatou o gerente que, apesar de frequentar o Sesc RJ desde pequeno, para lazer e a prática de esportes, nunca tinha pensado em trabalhar na instituição. Até que em 2013, a oportunidade de atuar na implantação de academias Sesc no Rio surgiu, como relembra:

— Eu já tinha claro que meu interesse era trabalhar para o público, de modo que meu serviço causasse transformação na vida das pessoas por meio do esporte e qualidade de vida. Mas quando você começa a trabalhar no Sesc, você incorpora a instituição de forma muito humana na sua vida. Você vive o Sesc. Então, enxerguei com mais clareza o meu propósito – disse o líder, que está prestes a concluir uma especialização em Gestão Políticas Públicas e Programas Sociais.

O desafio de gerir as áreas de Esporte, Lazer, Turismo Social e os clubes de vôlei Sesc RJ

Sob a gestão de Fernando Alves, que assumiu o cargo de gerência no Sesc RJ em 2018, estão áreas que, apesar de, cada uma a seu modo, terem as mesmas finalidades (qualidade de vida, saúde e bem-estar), exigem estratégias e esforços alinhados a diferentes expectativas e públicos.

Por conta disso, Caio quis saber como é para o Fernando administrar a tarefa de comandar, ao mesmo tempo, esses segmentos tão caros à administração do Sesc RJ. “Não é fácil, é verdade. Cada área tem necessidades e características próprias. Para mim, o segredo é buscar equilíbrio e definir o que é prioridade. Procuro agir de modo a empoderar as pessoas que trabalham comigo, a fim de que se sintam motivadas a fazer com desenvoltura aquilo que sabem. Ora, eu nunca vou ser especialista em todas as áreas. Meu foco é gerir a estratégia, as pessoas e os resultados. Então, conto com a experiência da minha equipe. Do contrário, não conseguiria fazer nada. Claro que eu busco me aprofundar, dominar os principais aspectos de cada nicho… Porém, fazer todo esse trabalho maravilhoso acontecer, só mesmo em equipe”, afirmou.

Hobbies e horas vagas

Uma fase planejada estrategicamente para priorizar e se dedicar ao trabalho. Este é o momento que Fernando Alves afirma estar vivendo. Apesar disso (e por isso), Renata quis saber quais atividades e hobbies o gerente cultiva para aproveitar as horas de lazer e recarregar as energias para focar novamente na profissão. “Gosto de assistir a algumas séries, procuro praticar atividades físicas. Também me interesso muito por vinhos: gosto de saber a origem e tipo das uvas das quais foram feitas o vinho… Claro que gosto de sair com amigos, mas tenho especial prazer em comprar um vinho que descobri e degustar uma tacinha, sozinho, refletindo, em casa. É o meu momento, hora que eu coloco o pensamento em ordem e abstraio do resto do mundo”, explicou Fernando, que também gosta de viajar e aproveita as férias para conhecer outras cidades e países, buscando unir lazer a interesse profissional:

— Sou muito ligado em inovação e tecnologia em saúde, bem-estar e qualidade de vida, aproveito as férias, quando posso viajar, para ir a feiras e congressos de negócios e novidades em fitness. Há um tempo atrás, fui a Curitiba [Paraná], à uma feira referência em novidades no segmento de material esportivo. Recentemente, fui a San Diego [Califórnia, Estados Unidos], para, claro, conhecer a cidade, e participar do IHRSA Fitness InternationalConvention, uma das atividades mais importantes do setor.

Perspectivas da Gerência para os próximos anos

No ano passado, o novo Planejamento Estratégico 2019-2021 do Sesc RJ traçou metas e definiu novos valores, apontando para o futuro da instituição. Por isso, Caio quis saber do gestor quais as perspectivas e ações da Gerência de Lazer, diante desse cenário. “Nossas metas estão alinhadas com a proposta do Sesc RJ, que, aliás, é apenas uma confirmação do caminho que que já tem sido traçado. Estamos focados em realinhar e validar os conceitos e a metodologia das atividades da Gerência, para que o trabalho que desenvolvemos seja ainda mais reconhecido e validado nos aspectos qualitativos e quantitativos. Somos um dos maiores bem-estar e qualidade de vida do estado e queremos cada vez mais entregar as melhores experiências, vivências e aprendizados à população do Rio de Janeiro”, concluiu Fernando Alves.

 

Leia também a matéria com os veteranos deste mês