Bate-papo com Kleiton Antunes Souza

Bate-papo com Kleiton Antunes

Há nove anos no Sesc RJ, Kleiton Antunes, da Gerência de Logística (GLC), é o convidado do Bate-papo com a liderança desta edição. Para a missão de entrevistar o Gerente, uniram-se Monica Batista, Assistente de Tesouraria da Unidade Sesc Santa Luzia e Rosiana Cabral, Analista da Gerência de Relacionamento com Clientes do Sesc RJ.

O clima do encontro foi caloroso, descontraído e teve como ambientação a arquitetura de época do Casarão da Sede, no Flamengo. Antes mesmo do início oficial da entrevista, o papo já corria solto em torno dos um milhão de habilitados pelo Sesc RJ e ao redor das expectativas sobre a implantação do Portal de Compras no SESC RJ, no ar desde setembro.

Sendo o Regional do SESC no Estado do Rio de Janeiro o primeiro a implementar o Portal de Compras entre os outros Regionais do país, Monica, que pertence a um setor ao qual a mudança movimenta diretamente e promete otimizar as operações, quis saber como foi para o Kleiton liderar a empreitada. “Não foi fácil. Aliás, para mim, representou o maior desafio que tive em minha carreira até agora. Foi uma ideia que nasceu dentro da GLC para melhorar as operações de compras e contratações do Regional. Estamos muito satisfeitos com essa fase inicial e com a recepção do Portal de Compras”, disse o Gestor, à frente da GLC há quase cinco anos.

Da advocacia para a gestão

Kleiton é formado em direito. Exercia, aliás, a profissão de advogado, e foi por meio dela que chegou até o Sesc RJ, em 2010, para compor a equipe da Gerência Jurídica. “Incialmente fui chamado para exercer a função interina na GLC. Aceitei a nova oportunidade e sabia que teria muito trabalho e dedicação à minha espera”, relembrou.

A forma como o Gerente realizou a transição da carreira de advogado para a atuação com logística, números, estatísticas e gestão estratégica de recursos e pessoas era uma curiosidade de Rosiana. A colaboradora quis saber como Kleiton lidou com essa mudança e em quais fontes buscou recursos para encarar a nova etapa.

— Precisei estudar sobre essa nova frente, ler bastante… Eu tinha uma visão de como as coisas funcionavam, mas pela perspectiva do jurídico, vez que eu me relacionava diariamente com a equipe da GLC pela análise de editais e contratos. Mas é diferente quando você está dentro da operação. Tive humildade para admitir que eu precisava aprender mais e fui em busca de informação – disse o profissional que, no momento, cursa mestrado em Gestão Empresarial e confessa já não mais se sentir, exatamente, um jurista, tamanha a dedicação à nova carreira.

Carioca da Gema de Cuiabá

Kleiton é natural de Cuiabá, Mato Grosso. Veio para o Rio de Janeiro pouco antes de ser contratado pelo Sesc RJ. Apesar da origem em outro estado, para o Gerente, é como se ele já fosse um carioca. “Olha, mas logo no início, eu senti um pouco de diferença entre as duas cidades, sim”, respondeu quase que imediatamente ao comentário de Monica, que tinha a impressão de que ele fosse natural do Rio. “No Rio, as pessoas são mais espontâneas e diretas, falam o que pensam. Em Cuiabá, o povo é um pouco mais reservado. Mas logo entendi a dinâmica e, hoje, posso dizer que me sinto pertencente a esta cidade, mesmo que de coração”, disse.

Reservado, mas longe de ser uma pessoa fechada, Kleiton já aderiu a algumas práticas cariocas. “Gosto de estar com os meus amigos para um bom papo, conhecer bares e restaurantes da cidade”, falou, ressaltando, com bom humor, ter especial carinho pelo hábito descontraído do carioca de sempre combinar os compromissos sem data pra acontecer.

Horas vagas, esporte e dia a dia

O comentário sobre momentos de lazer levou Rosiana a perguntar sobre outros hobbies de Kleiton. “Eu gosto muito de música e também gosto muito de viajar.”

Pegando carona no papo sobre vida fora do expediente, Monica aproveitou para perguntar se Kleiton costuma praticar esportes e se possui algum ritual que lançasse mão para se reenergizar e encarar a rotina. “Eu vou à academia diariamente, antes de vir para o trabalho. Essa é uma atividade muito importante para mim. Também gosto de chegar no trabalho, com calma, tomar um cafezinho e dar início às atividades. No entanto, a gente sabe que a correria é intensa e é preciso levar com bom humor. Para recarregar as baterias, busco, sempre que posso, visitar meus pais e meu irmão, de quem a distância me faz sentir muita falta.”

Mensagem aos colegas e membros de equipe

Finalizando o encontro, Rosiana pediu que Kleiton deixasse uma mensagem aos colegas e membros da equipe que lidera. “Trabalhar aqui é um privilégio, um orgulho. Não só nossa missão institucional, mas por estar ao lado de pessoas incríveis que acreditam e fazem parte dessa empresa. Eu já sabia disso e no processo de implementação do novo sistema, tive ainda mais certeza de estar ao lado de pessoas que querem o melhor para todos, que abraçam a nossa causa de corpo e alma, que batalham pelas entregas, que se engajam. A minha mensagem é que continuemos assim, unidos e com essa mesma intenção”, finalizou.

 

Leia também a matéria com os veteranos deste mês