Bate-papo com Rachel Melo

Bate-papo com Rachel Melo

Rachel Melo é Gerente das Unidades de Petrópolis e Três Rios do Senac RJ desde abril de 2019. Colaboradora do Senac há nove anos, ela foi a entrevistada desta edição na seção Bate-papo com a Liderança. Para a conversa, Gabriela Medeiros, Assistente I, e Janice Valadares, Analista de Compras Pleno, ambas da Gerência de Suprimentos, na Sede.

Gabriela, Rachel e Janice

Senac RJ sempre presente

A carreira de Rachel no Senac RJ começou em 2010, quando foi aprovada para o cargo de Coordenadora Comercial na Unidade Duque de Caxias. Interessada em saber mais sobre a trajetória profissional da Gestora, Gabriela perguntou que caminhos a levaram até a instituição. “Meu sonho era trabalhar no Senac RJ. Aliás, o Senac sempre fez parte da minha vida. Eu morava em Copacabana, em frente à antiga Unidade. Lá era como o quintal da nossa casa, frequentávamos muito aquele espaço. Apesar de ser formada em Relações Públicas, atuei por muitos anos como bancária. Com o passar do tempo, comecei a reavaliar minhas escolhas profissionais, sempre de olho nas oportunidades do Senac RJ. Até que, um dia, aconteceu, e eu fui contratada”, comentou a Gerente, que tem pós-graduação em Marketing de Serviços.

Posteriormente, Rachel também atuou em Botafogo, e na Barra da Tijuca/Marapendi. Foi em 2014, na unidade Teresópolis, que ocupou pela primeira vez o cargo de gerente. No ano de 2017, voltou a Duque de Caxias como Gerente. Sobre esse retorno a Caxias, Janice quis saber a sensação em ser recebida novamente pela primeira Unidade a tê-la acolhido no Senac RJ como líder. “Quando eu fui transferida de lá, eu brinquei com meus colegas: um dia eu vou voltar como Gerente, vocês podem me esperar! E assim aconteceu. Foi muito importante e um aprendizado precioso.”

Trabalho e rotina

Apesar de gerenciar Unidades na Região Serrana e interior, Rachel mora na cidade do Rio de Janeiro. Por isso, Gabriela quis saber como é a rotina da Gestora e de que maneira ela organiza suas atividades. “No início da semana, faço uma agenda detalhada, informando aos colaboradores em que Unidade estarei, se estarei na Sede etc. Acabo passando muito tempo na estrada, e, como vou de ônibus, aproveito para colocar e-mails em dia, retornar mensagens e organizar a vida pessoal ou resolver alguma pendência profissional por telefone. Quando chego em uma Unidade, preciso ser muito objetiva e tento ao máximo otimizar meu tempo, de modo que nada fique para depois, e eu possa dar também conta das outras Unidades nos dias seguintes, e, assim, sucessivamente”, disse.

Horas vagas e lazer

A rotina puxada durante a semana levou Janice a perguntar de que maneira a Gerente aproveita os fins de semana e horas de folga, o que gosta de fazer para relaxar e se divertir. “Todo tempo que tenho livre é para a minha família, namorado e amigos. Gosto de ficar em casa, receber as pessoas. Também gosto de viajar sempre que tenho oportunidade. E, claro, reservo um tempo para estudar, porque é algo que faz sentir em movimento constante”, contou Rachel, que também reserva tempo nos dias de folga para curtir seus pets, Noel, Logan e Morgana.

Afinidades na vida pessoal

Sem saber, o trio escalado para esta edição, que ainda não se conhecia até então, descobriu afinidades além do fato de serem colaboradoras orgulhosas do Senac RJ. Rachel, Gabriela e Janice possuem enteados, filhos de seus companheiros, e curtem bastante a relação que cultivam com os jovens. No caso de Rachel, Nicola é um menino de 10 anos que chegou para dar ainda mais leveza à rotina. “Minha vida mudou para melhor desde que meu enteado chegou. Adoro passar os fins de semana com ele, fazer passeios. É muito bacana desfrutar da companhia dele”, comentou Rachel, com os olhos marejados.

A Cidade Imperial e o Natal

O fim de ano é uma época especial para Petrópolis, considerada uma das mais belas cidades para admirar a decoração e o clima natalinos do Brasil. Além disso, como a Cidade Imperial do Rio de Janeiro, a rota turística abriga o Palácio de Cristal, que, aliás, fica em frente à Unidade Senac da cidade. Por isso, Janice e Gabriela perguntaram a Rachel como é estar em Petrópolis, principalmente na época mais mágica do ano. “Petrópolis é uma cidade encantadora. É urbana e, ao mesmo tempo, delicada. Muitas vezes, eu caminho pelas ruas até a rodoviária só para admirar a beleza. Sem falar que, quando abro a janela da minha sala, tenho a vista maravilhosa. Alguns dias, após o almoço, eu fico nos jardins da unidade para ler, fazer uma pausa antes de retornar ao trabalho. É uma cidade muito especial e fica maravilhosa em época de fim de ano”, finalizou.

Leia também a matéria com os veteranos deste mês